web analytics
  • livros

    Resenha: Princesa das Cinzas

    Livro: Princesa das Cinzas Autoria: Laura Sebastian Tradução: Raquel Zampil Editora: Arqueiro Rating: [rating=4] Adicione à sua estante: Skoob | Goodreads + Exemplar cedido pela editora para resenha Sinopse Theodosia era a herdeira do trono de Astrea quando seu reino foi invadido, deixando um rastro de destruição. Dez anos depois, a princesa, órfã, prisioneira e subjugada, percebe que não lhe resta mais nada, a não ser lutar pela própria liberdade. O passado, que por tanto tempo ficou enterrado, agora precisa vir à tona para mostrar a Theodosia os caminhos que poderão levá-la de volta ao trono. Mas Theo conseguirá ser a rainha de que seu povo precisa? Ou será que…

  • livros

    Resenha: Eu Perdi o Rumo

    Livro: Eu Perdi o Rumo Autoria: Gayle Forman Tradução: Mariana Serpa Editora: Arqueiro Rating: [rating=3] Adicione à sua estante: Skoob | Goodreads + Exemplar cedido pela editora para resenha Sinopse Freya perdeu a voz no meio das gravações de seu álbum de estreia. Harun planeja fugir de casa para encontrar o garoto que ama. Nathaniel acaba de chegar a Nova York com uma mochila, um plano elaborado em meio ao desespero e nada a perder. Os três se esbarram por acaso no Central Park e, ao longo de um único dia, lentamente revelam trechos do passado que não conseguiram enfrentar sozinhos. Juntos, eles começam a entender que a saída do…

  • livros

    Resenha: Vox

    Livro: Vox Autoria: Christina Dalcher Tradução: Alves Calado Editora: Arqueiro Rating: [rating=4] Adicione à sua estante: Skoob | Goodreads + Exemplar cedido pela editora para resenha Sinopse O governo decreta que as mulheres só podem falar 100 palavras por dia. A Dra. Jean McClellan está em negação. Ela não acredita que isso esteja acontecendo de verdade. Esse é só o começo… Em pouco tempo, as mulheres também são impedidas de trabalhar e os professores não ensinam mais as meninas a ler e escrever. Antes, cada pessoa falava em média 16 mil palavras por dia, mas agora as mulheres só têm 100 palavras para se fazer ouvir. …mas não é o…

  • livros

    Resenha: A Mulher na Janela

    Livro: A Mulher na Janela Autor: A. J. Finn Editora: Arqueiro Rating: [rating=4] Adicione à sua estante: Skoob | Goodreads + Exemplar cedido pela editora para resenha Sinopse Anna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e… espionando os vizinhos. Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando…

  • livros

    Resenha: A Luz Que Perdemos

    Livro: A Luz Que Perdemos Autora: Jill Santopolo Editora: Arqueiro Rating: [rating=4] Adicione à sua estante: Skoob | Goodreads + Exemplar cedido pela editora para resenha Sinopse Lucy e Gabe se conhecem na faculdade na manhã de 11 de setembro de 2001. No mesmo instante, dois aviões colidem com as Torres Gêmeas. Ao ver as chamas arderem em Nova York, eles decidem que querem fazer algo importante com suas vidas, algo que promova uma diferença no mundo. Quando se veem de novo, um ano depois, parece um encontro predestinado. Só que Gabe é enviado ao Oriente Médio como fotojornalista e Lucy decide investir em sua carreira em Nova York. Nos…

  • livros

    Resenha: Os Quase Completos

    Livro: Os Quase Completos Autor: Felippe Barbosa Editora: Arqueiro Rating: [rating=4] Adicione à sua estante: Skoob | Goodreads + Exemplar cedido pela editora para resenha Sinopse O Quase Doutor é um renomado cardiologista que passa os dias em um hospital, mas no fundo é um artista frustrado. A Quase Viúva é uma professora que está de licença do trabalho para ficar com o noivo, em coma após um grave acidente. O Quase Repórter é um jornalista decepcionado com a profissão que sofre há mais de um ano pelo suicídio da esposa. A princípio, a única coisa que essas pessoas têm em comum é a sensação de incompletude e de desilusão…