web analytics
livros

Resenha: Os Quase Completos

Livro: Os Quase Completos
Autor: Felippe Barbosa
Editora: Arqueiro
Rating: [rating=4]
Adicione à sua estante: Skoob | Goodreads

+ Exemplar cedido pela editora para resenha


Sinopse

O Quase Doutor é um renomado cardiologista que passa os dias em um hospital, mas no fundo é um artista frustrado. A Quase Viúva é uma professora que está de licença do trabalho para ficar com o noivo, em coma após um grave acidente. O Quase Repórter é um jornalista decepcionado com a profissão que sofre há mais de um ano pelo suicídio da esposa. A princípio, a única coisa que essas pessoas têm em comum é a sensação de incompletude e de desilusão com a vida.

Até que, um dia, o Quase Doutor é persuadido por um velho desconhecido a embarcar com ele em um ônibus rumo a uma jornada para se reconciliar com seu passado. Logo a viagem se transforma em uma aventura extraordinária e, em meio a fenômenos como uma chuva de estrelas cadentes, ele precisa fazer escolhas que mudarão seu destino para sempre.

Enquanto isso, eventos misteriosos levam a Quase Viúva a suspeitar que alguém dentro do hospital quer matar seu noivo e uma pesquisa minuciosa do Quase Repórter revela que sua esposa pode ter sido assassinada. Quando os dois tentam descobrir a verdade sobre seus amados, tudo leva a crer que a resposta está dentro do ônibus do Quase Doutor.

Reunidos num lugar que nunca imaginaram existir, os três serão forçados a enfrentar seus maiores medos e verão que, para se tornarem completos, precisarão encarar a batalha mais difícil de todas: aquela que travamos com nós mesmos.


Capa & Diagramação

Me encantei com a capa logo de cara e fiquei super curiosa para saber mais sobre os elementos que a compõem. Adorei toda a composição, as cores e a ilustração! A diagramação interna é bem bonita, limpa e simples.

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Eu acabei demorando séculos para concluir essa leitura mas isso nada tem a ver com o livro em si. Talvez um pouco pois o livro é bem grossinho! Mas de resto eu diminui meu tempo de leitura nesses últimos meses e priorizei alguns outros livros.
Acho que eu estava esperando meu coração ficar mais receptivo pois desde que li a sinopse soube que seria uma leitura com uma mensagem que eu considero muito importante e que iria me tocar muito.

Regado a um ritmo muito gostoso e muita fluidez, Felippe Barbosa me entregou justamente o que eu esperava e até um pouco mais! Além da escrita super gostosa de ler a mistura exata entre romance, aventura e drama mostrou ser uma habilidade nata do autor.

“A simples queda de uma colher poderia significar tantas coisas. Era instigante imaginar que milhares de eventos poderiam acontecer como consequência de eu me abaixar para pegá-la. Ao fitar aquela tão cotidiana imagem, tudo o que queria era poder registrá-la. Esboçá-la entre quatro retas numa tela límpida, com cores variadas entre tons claros e escuros. Pintar a imagem do que, aos olhos de muitos, seria uma simples colher. No entanto, aos olhos de poucos, poderia ser a entrada para um universo completamente novo.
Mas não havia tela ou tinta por perto no momento. Na verdade, havia tempos já não entrava em contato com tal material. Não pintava um mísero quadro há meses. O artista dentro de mim jazia hibernado.”

Apesar do quê de fantasia (que me surpreendeu, não esperava por isso!) os personagens foram construídos e desenvolvidos de maneira muito orgânica e realista. Todos eles possuem várias camadas e não é possível simplificá-los ou classificá-los em uma categoria. Todos eles possuem aspectos bons e ruins em si mesmos e isso enriqueceu muito o enredo.

Me emocionei em vários momentos pois me identifico com alguns dos dramas dos personagens e acredito muito na importância da auto-descoberta, do amor próprio, da auto-aceitação e da busca constante pelo que nos faz feliz.

Dessa maneira, acompanhar as histórias dos três personagens e descobrir o desfecho que o autor escolheu para o enredo foi de muito valor para mim. Nunca li um livro que tratasse desses temas e me tocasse de forma tão significativa.

O aspecto mais valioso dessa leitura é, porém, trazer os questionamentos e as lições para a nossa vida. Passar perceber nossas ações e que nós enxergamos sob uma nova ótica.

Pontos positivos: surpreendente e carrega uma mensagem inspiradora.
Pontos negativos: um pouco longo.

Gosto de cartões postais, livros e tenho um amor infinito por animais. Pretendo conhecer toda a Europa em breve e, às vezes, gosto de me aventurar na cozinha.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *