Resenha: Mauricio – A História Que Não Está No Gibi

Livro: Mauricio: A História Que Não Está No Gibi
Autor: Mauricio de Sousa
Editora: Primeira Pessoa
Rating: [rating=5]

Adicione à sua estante: Skoob | Goodreads

+ Exemplar cedido pela editora para resenha


Sinopse

“Ideias mudam o mundo – poucos chavões são tão verdadeiros e inspiradores. Não mudei o mundo nenhuma vez. Mas, à minha maneira, acho que o melhorei um pouquinho ao gerar bons momentos, diversão e entretenimento para milhões de brasileirinhos. Raros são os autores, no Brasil e no exterior, que podem dizer que foram lidos com o mesmo prazer por avós, filhos e netos. Ou que carregam na bagagem a honra e o privilégio de saber que suas criações, com gibis ou livrinhos agindo como cartilhas informais, ensinaram pelo menos três ou quatro gerações a ler – disparado, meu maior orgulho. Em última instância, sou um sobrevivente, um homem que começou do nada, realizou seu sonho e não quer desistir dele de jeito nenhum. Enquanto eu estiver por aqui, saiba que foi você quem sempre alimentou meus sonhos. Depois que eu partir, não se esqueça de que ideias, e também sonhos improváveis, é que movem o mundo. De um jeito ou de outro, sempre estarei com vocês.” Mauricio


Capa & Diagramação

Morro de amores por essa capa! Amei as foto, as cores, os contrastes e a conjugação com o desenho. A diagramação interna é bem bonita e possui várias página de fotos impressas em papel couché. Achei tudo de muito bom gosto!

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Eu imaginava que a história do Maurício fosse de repleta de batalhas afinal nós sabemos que mesmo para as pessoas mais talentosas o reconhecimento vem depois de uma longa estrada percorrida.

Mas eu não tinha ideia de como a história desse homem se misturava a luta pelos direitos dos desenhistas, repressão política, muitas decisões arriscadas, loucuras, empreendedorismo, cooperação familiar e muito talento em várias áreas diferentes. Além de desenhar o cara já foi repórter, cantor (por um breve período), fazia os roteiros das tirinhas e é um empreendedor nato!

Essa foi, sem dúvida, a biografia mais divertida que eu já li. Além de ter uma trajetória bem dinâmica devido aos seus inúmeros talentos e a luta constante para fazer o que ele gostava, a vida de Maurício foi bem louca! Ele já viajou para Europa sem dinheiro suficiente para se sustentar, já comprou carro sem saber dirigir.

É impossível não se sentir inspirado pela obstinação de Maurício de fazer seu sonho dar certo ainda que tudo indicava o fracaso certo. Ele permaneceu fiel ao seu coração ainda quando colocava seu futuro e de sua família em jogo. Outro fator inspirador é sua ambição e sua inquietude que resultaram em projetos como linha de produtos da Mônica, lojas exclusivas, revistas de personagens da vida real e até no Parque da Mônica. Ele sempre teve muita coragem e força de vontade de se jogar em áreas que nao tinha nenhuma expertise. Alguns desses riscos deram certo e vários deram errado.

Maurício também nos conta sobre várias ideias que deram errado por inúmeras razões. Sua trajetória foi composta de muitos riscos, de tentativas e de erros e muito suor! Ele teve que trabalhar muuuuuuito até as coisas começarem a prosperar e depois que começaram trabalhou muito também.

“Em última instância, sou um sobrevivente, um homem que começou do nada, realizou seu sonho e não quer desistir dele de jeito nenhum.”

Durante minha infância, enquanto eu lia os gibis e colecionava os Almanaques de Férias eu não tinha noção do que esse homem já tinha passado e como tinha influenciado a literatura infantil, a trajetória dos principais jornais brasileiros e lutado para valorizar o trabalho dos desenhistas. Não tinha noção do alcance de seus personagens no exterior e seu estúdio ainda gerava trabalhos de qualidade. Ainda não li nada da Turma da Mônica Jovem mas estou viciadíssima na Turma da Mônica Toy.

Pontos positivos: é uma biografia sem a monotonia típica do gênero. É bem divertida e dinâmica.
Pontos negativos: se você não for/foi fã essa leitura pode não ser tão prazerosa.

By Evelyn

Viciada em farinha láctea, cartões postais, livros e tenho um amor infinito por animais. Pretendo conhecer toda a Europa em breve e, às vezes, gosto de me aventurar na cozinha.

6 comments

  1. Oi Evelyn!
    Parece ser um livro bem interessante, valeu a dica. A capa está realmente linda… Confesso que deu até saudade dessa “turminha”;)
    Bjs!

  2. Gostei da sua resenha, não sabia muito sobre a história dele, só sabia o básico, ele criou a turma da Monica e pronto. Mas adorei saber do lato batalhador dele, adoro ler livros que nos incentivam e nos inspiram na nossa vida. Eu li “Transformando Suor em Ouro” do Bernardinho, já leu? É outro grande exemplo.
    Beijos
    Charme-se

    1. Não li esse do Bernardinho não. E tenho certeza que eu nem imagino metade do esforço desse cara para chegar onde ele chegou. Vou adicionar na wishlist :D

  3. Que livro mais lindo!

    Eu sempre gostei muito das histórias da turma do Limoeiro. Sempre achei inspirador morar num bairro daqueles. rs

    Pra mim o Maurício é o nosso Walt Disney brasileiro!

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *