web analytics
livros

Resenha: Onde Nascem os Gênios

Resenha: Onde Nascem os Gênios

Livro: Onde Nascem os Gênios
Autora: Eric Weiner
Editora: Darkside Books
Rating: [rating=4]
Adicione à sua estante: Skoob | Goodreads

+ Exemplar cedido pela editora para resenha


Sinopse

Você quer descobrir de perto a origem da genialidade? Embarque nessa viagem pela mente humana que nos levará de Atenas, na Grécia antiga, ao Vale do Silício dos dias de hoje — passando pela Viena da virada do século XIX para o XX, a Florença renascentista, e a dinastia Song Hangzhou, que governou a China de 960 a 1279. Em Onde Nascem os Gênios, Eric Weiner tenta compreender a conexão entre o ambiente e o surgimento dos grandes gênios que transformaram o mundo e abriram novos caminhos e possibilidades. Um verdadeiro passeio por onde as lâmpadas mais brilhantes da humanidade acenderam e iluminaram a nossa trajetória até hoje. Não são poucos os gênios espalhados por esse vasto planeta mas nem todos conseguiram colocar seu nome na história. Nas palavras de um dos grande gênios ainda vivos, Stephen Hawking, “a inteligência é a capacidade de se adaptar à mudança”. E essa pode ser a grande faísca para um simples lampejo de genialidade capaz de mudar a rota da nossa história, das nossas vidas e de toda as nossas convicções. Com uma narrativa afiada e provocativa, Onde Nascem os Gênios redefine o argumento sobre como uma mente brilhante floresce e se torna o fruto da cultura e do ambiente que somos condicionados e inaugura o Crânio, a nova linha editorial de não-ficção da DarkSide Books, que vai estimula o leitor a entender e questionar o mundo que estamos construindo, mostrando que ciência, inovação, história e filosofia podem ser tão surpreendentes quanto a mais criativa obra de ficção.


Capa & Diagramação

Não dá para descrever a beleza do projeto gráfico desse livro. Dá de mil a zero nas edições gringas! Já que não dá para descrever eu inclui muuuuitas fotos para vocês terem uma ideia.

Resenha: Onde Nascem os Gênios

Resenha: Onde Nascem os Gênios

Personagens, Enredo & Impressões gerais

A Darkside já chegou arrasando meu coração com o primeiro livro do novo selo Crânio. Com o novo sele, a editora quer trazer ao leitor obras de não-ficção que estimulam o leitor a entender e questionar o mundo que estamos construindo (arrasou!).

Apesar de eu ler bastante sempre acho que eu estou lendo mais do mesmo. Isso acontece pois os autores que ganham mais destaque nos gêneros que eu gosto muitas vezes exploram estórias diferentes da mesma maneira. É como se todas seguissem a mesma fórmula, sabe? É claro que isso é uma generalizam bem grotesca mas fiz isso para tentar expressar como eu me sinto ao ler bastante YA e fantasia.

É aí que entra a Darkside. Em um ano de parceria, a editora já me lançou em tantos caminhos diferentes, me tirou da zona de conforto e me apresentou novidades que acabei incorporando ao meu histórico literário.

Resenha: Onde Nascem os Gênios

Resenha: Onde Nascem os Gênios

Onde Nascem os Gênios me tirou da zona de conforto novamente e fez com que eu sentisse que estava lendo um documentário. Tudo porque acompanhamos os relatos do pesquisar Eric Weiner em busca por saber mais sobre os gênios da história da humanidade. De onde eles vêm? Quem os considerava gênios? Porque era considerados gênios? Como as descobertas dessas pessoas afetam a vida que a humanidade leva hoje?

A última pergunta é a que mais me intriga e surpreende. Eu não sabia muita coisa sobre os considerados gênios do nosso mundo e por isso tudo foi novidade para mim. Tudo que eles fizeram e representaram era um emaranhado embolado com fatos históricos que eu aprendi na escola. Mas você sabia que os livros (ha!), sentar com os amigos no bar para jogar conversa fora e o voto são parte do legado grego? A descarga dos vasos sanitários, a anestesia, a geladeira, a higiene médica, o bom senso, a economia mordena, a sociologia e os romances históricos são parte do legado de gênios escoceses <3 Resenha: Onde Nascem os Gênios

Resenha: Onde Nascem os Gênios

O livro tem cerca de 340 páginas e apesar de não ser longo eu demorei bastante para ler. O conteúdo é muito rico mas parou de fluir lá pela metade pois senti dificuldades em ficar presa na leitura. Acho que é pelo fato de não contar uma estória e ter um enredo que me fizesse ficar curiosa para saber o que viria em seguida.

Ainda assim, a leitura veio em ótima hora cada página me acrescentou muito conhecimento. Cada página me deixou com uma vontade intensa de saber mais sobre os gênios e sobre o contexto histórico em que eles estavam inseridos.

Resenha: Onde Nascem os Gênios

Resenha: Onde Nascem os Gênios

Acredito que este livro tenha aberto uma oportunidade enorme para que possamos conhecer mais sobre os gênios do sexo feminino. Um aspecto muito discutido no livro é o de que os gênios só foram gênios pois foram assim considerados por outras pessoas. Logo, acredito que muitas mulheres, caso não tenham vivido na sociedade altamente misógina teriam tido o mesmo destaque dos gênios que conhecemos. Quem seriam essas mulheres que foram deixadas para trás, negligenciadas, ou que tenham tido seu conhecimento apropriados por homens?

“Um bom poema ou quadro fala com as pessoas de uma determinada época. Uma obra de gênio, no entanto, transcende essas barreiras temporais e é redescoberta novamente por gerações sucessivas. A obra não é estática. Ela se dobra e é dobrada por cada público que a encontra.”

Eu não ia achar nada ruim caso o Eric (ou qualquer outro pesquisador) quisesse explorar tal assunto! A gente não pode fazer a história de novo mas podemos reconhecer o que deixamos para trás e agir de maneira diferente no futuro.

Aconselho Onde Nascem os Gênios para qualquer pessoa que queira adquirir conhecimentos, para os amantes de história, para quem quer sair da zona de conforto, para os amantes da Darkside e para quem quer trilhar novos caminhos.

Resenha: Onde Nascem os Gênios

Resenha: Onde Nascem os Gênios

Pontos positivos: conteúdo de alta qualidade com muitas informações relevantes e que te levam a pensar em coisas que você nem suspeitava que existiam.
Pontos negativos: a leitura pode ser um pouco lenta a partir de um certo ponto.

Gosto de cartões postais, livros e tenho um amor infinito por animais. Pretendo conhecer toda a Europa em breve e, às vezes, gosto de me aventurar na cozinha.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *