web analytics
livros

Resenha: A Desconhecida

Resenha: A Desconhecida

Livro: A Desconhecida
Autor: Peter Swanson
Editora: Novo Conceito
Rating: [rating=3]
Skoob
Goodreads


Sinopse
Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece cheio de mentiras. Em uma noite de sexta-feira, a rotina confortável e previsível de George Foss é quebrada quando, em um bar, uma bela mulher senta-se ao seu lado. A mesma mulher que desaparecera sem deixar vestígios vinte anos atrás. Agora, depois de tanto tempo, ela diz precisar de ajuda e George parece ser o único capaz de salvá-la. Será que ele a conhece o suficiente para poder ajudá-la?


Capa & Diagramação

A capa e a diagramação interna são impecáveis! Achei a composição de foto, saturação, fonte e posicionamento dos elementos muito boas! Esse livro com certeza me chamaria atenção numa livraria!

Resenha: A Desconhecida

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Eu não sou a maior fã dos thrillers, e confesso que li poucos até hoje, mas me rendo ao gênero de vez em quando. Eu acredito que qualquer gênero literário, quando bem escrito, agrada mesmo a quem não é fã.

Resenha: A Desconhecida

Foi com o intuito de variar um pouco minhas leituras e seduzida pela capa e sinopse que inciei A Desconhecida. Porém, apesar de ter trazer uma sinopse bem atrativa, eu não consegui me envolver com o personagem principal (ou com nenhum dos outros expostos na trama). Achei-o pouco carismático e tedioso. Ele só tomava decisões impensadas ou burras e isso me causou um distanciamento cada vez maior com a leitura.

Acredito que o autor perdeu uma baita chance de fazer com que Liana fosse apaixonante e enigmática. Dessa maneira o leitor ficaria divido entre o amor e o ódio e, quem sabe, entenderia/toleraria mais as decisões impensadas de George.

Resenha: A Desconhecida

Eu sei que eu falei de vários pontos negativos mas acredito que a leitura tenha sim seu valor. O mistério constante, as doses pequenas de revelações ao longo do livro e o sentimento de que é impossível confiar em alguém são pontos altos da leitura. Nada que destacasse muito esse livro mas ingredientes básicos de um thriller. Gosto também da alternância entre o presente e o passado intercalados nos capítulos. Isso trouxe um dinamismo muito positivo à obra já que aos poucos o leitor ia descobrindo o histórico de George e Liana e as várias reviravoltas do casal.

“Quando ele acordou no dia seguinte, não queria saber de independência, ou faculdade, ou das aulas que teriam início em breve. Só conseguia pensar em Liana.”

Acredito que o livro tenha perdido muito por ser mal compreendido já que é inevitável a comparação imediata com A Garota Exemplar que é o thriller que mais se destacou ultimamente. Apesar de parecerem obras similares, da metade para o final fica claro que A Desconhecida não tem a pretensão de se assemelhar a obra citada.

Não aconselho a leitura para os amantes de thriller já que a trama e seus mistérios ficam aquém do esperado para os amantes do gênero.

Para quem não é muito fissurado em thrillers digo que não leiam esse livro com grandes expectativas. Leiam como um passatempo e divertimento sem esperar maravilhas dessa história. Garanto que com isso em mente você aproveitará mais a leitura!

Resenha: A Desconhecida

Você vai gostar se: thrillers leves, mistérios.
Não leia se não gosta de: thrillers superficiais.
Ideias centrais: mistério, passado, casal.

Gosto de cartões postais, livros e tenho um amor infinito por animais. Pretendo conhecer toda a Europa em breve e, às vezes, gosto de me aventurar na cozinha.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *