web analytics
livros

Resenha: Uma Casa no Meio do Caminho

Resenha: Uma Casa no Meio do Caminho

Livro: Uma Casa no Meio do Caminho
Autor: Barry Martin e Philip Lerman
Editora: Arqueiro
Rating: [rating=3]
Skoob
Goodreads


Sinopse
Uma casa no meio do caminho – Um enorme shopping estava prestes a ser construído na cidade americana de Seattle, mas no meio do terreno havia a casinha de Edith Wilson Macefield, uma velhinha durona que estava decidida a não arredar pé dali. Quando o responsável pela obra, Barry Martin, foi conversar com ela, todos acreditaram que iria convencê-la a mudar de ideia. Mas estavam redondamente enganados.

Nesta emocionante e singela história real — que serviu de inspiração para uma campanha de divulgação do filme Up: Altas aventuras —, Barry conta como nasceu a inusitada amizade entre ele e Edith, e as lições de vida que aprendeu com ela.


Capa & Diagramação

O trabalho gráfico desse livro é a coisa mais linda! Ele tem um formato reduzido e a capa projetada para fazer o leitor se apaixonar imediatamente! Amo as cores e a simplicidade do desenho além da combinação das fontes e a hierarquia empregada no conjunto. É muito amor!

Resenha: Uma Casa no Meio do Caminho

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Projetos gráficos fofos à parte a escrita do livro é bem gostosa e flui bem. Achei que Barry foi um pouco repetitivo nas suas dúvidas e dramas mas ainda sim ele é o grande personagem do livro para mim. O livro foi construído para exaltar Edith, trazer a história de vida dela, seus dramas, dificuldades e alegrias. Aos poucos Barry vai descobrindo que Edith já passou poucas e boas nessa vida e esteve envolvida com pessoas famosas e em eventos históricos importantes. Mas o personagem mais inspirador para mim foi Barry. Ele não teve uma vida extraordinária, é apenas um engenheiro, pai de família que gosta de pescar.

Eu acabei não me sentindo tão envolvida emocionalmente com a história de Edith. Sei que ela teve uma história difícil, de muitas perdas e traumas mas fico muito mais admirada quando encontro um idoso que consegue ser feliz e amoroso apesar de tudo que já tenha passado.

É claro que ela inspirou a criação de um dos idosos mais fofos e mais inspiradores EVER que foi o Senhor Frederiksen. A Pixar tem mesmo o dom de passar açúcar em tudo de jeito que fica impossível não cair de amores pelos personagens.

Resenha: Uma Casa no Meio do Caminho

O que mais tirei de lição desse livro porém foram as atitudes de Barry que amou incondicionalmente essa velhinha. É difícil ver esse tipo de amor em membros da mesma família e Barry fez isso por alguém que ele conheceu há pouco tempo e que não tinha nenhuma relação anterior com ele.

“Se eu era o cara que eu pensava ser, um amigo verdadeiro e fiel em qualquer circunstância, então eu tinha que aceitar Edith como ela era: alguém que mudou a minha vida ao me mostrar que o mundo é muito, muito maior do que eu jamais imaginaria.”

É realmente incrível pensar em todas as coisas que ele e sua família abdicaram e sacrificaram para dar amor e qualidade de vida à Edith.

Assim como, também é incrível ver como sua visão de mundo, sua relação com seus filhos e esposa mudou e como sua experiência com as dificuldades com seus pais foi enriquecida.

O livro acabou não sendo tão bom quanto eu esperava mas ainda sim me trouxe histórias inspiradoras e uma aprendizagem que não me arrependo de ter investido algumas horas!

Resenha: Uma Casa no Meio do Caminho

Você vai gostar se: histórias reais, personagens inspiradores.
Não leia se não gosta de: monotonia.
Ideias centrais: idosos, histórias do passado, lições de vida.

Gosto de cartões postais, livros e tenho um amor infinito por animais. Pretendo conhecer toda a Europa em breve e, às vezes, gosto de me aventurar na cozinha.

7 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *