Resenha: Ligeiramente Casados

Resenha: Ligeiramente Casados

Livro: Ligeiramente Casados
Autor: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Rating: [rating=4]
Skoob
Goodreads


Sinopse
À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse Custe o que custar!. Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum.

Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela… a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias.

Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar.

Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados…


Capa & Diagramação

A capa é bem sútil e condizente com a diagramação interna e o estilo do livro. A diagramação do miolo é limpa e muito bonita.

Resenha: Ligeiramente Casados

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Li várias resenhas negativas a respeito desse livro e sinto que talvez, para os leitores mais ávidos do gênero ele pode ter sido apenas mais do mesmo.

Eu tenho a minha técnica. Apesar de adorar romances históricos não leio muito para não enjoar. Eu sei que muitos autores e editoras têm investido nesse estilo e eu gosto de espaçar minhas leituras para não sentir que estou lendo a mesma coisa toda de novo. Já tem um tempinho que li a última obra desse gênero e não pensei duas vezes antes de requisitar esse título da Arqueiro.

A sequência de fatos se dá de uma forma bastante intensa o que contribuiu para que a leitura fosse relativamente rápida. Geralmente meu ritmo de leitura diminui nos intervalos dos fatos de maior impacto da história. Naquela hora que o autor geralmente dá uma enroladinha ou investe num ritmo mais baixo ou no drama psicológico dos personagens. Nesse livro é tudo muito bem intercalado resultando num ritmo bem gostoso! Não tem muita enrolação e alguma coisa está sempre acontecendo.

Os personagens são apaixonantes e super cativantes! Ok, eles caem em muitos clichês assim como todo o resto do enredo mas, ainda assim, me apaixonei, me diverti e torci por eles.

“Fizera tudo como se estivesse em um sonho. Mas a terra se movera durante aqueles poucos minutos. Algo grandioso, irrevogável e irresistível acontecera. Os dois estavam casados. Até que a morte os separasse.”

A única coisa que me incomodou mas que considero um detalhe pequeno que não atrapalhou a leitura foi a repetição excessiva do drama psicológico dos personagens. Mas como a sequência de fatos era rápida eu logo esquecia disso e focava minha atenção em outra coisa.

Para quem curte o gênero, não liga muitos para clichês e gosta de uma narrativa equilibrada, intensa, personagens bem construídos e cativantes Ligeiramente Casados é uma ótima opção!

Resenha: Ligeiramente Casados

Você vai gostar se: gosta de romances históricos e em tempos de guerra.
Não leia se não gosta de: clichês.
Ideias centrais: guerra, casamento, alta sociedade.

By Evelyn

Viciada em farinha láctea, cartões postais, livros e tenho um amor infinito por animais. Pretendo conhecer toda a Europa em breve e, às vezes, gosto de me aventurar na cozinha.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *