web analytics
livros

Resenha: A Namorada do Meu Amigo

Resenha: A Namorada do Meu Amigo

Livro: A namorada do meu amigo
Autor: Graciela Mayrink
Editora: Novo Conceito
Rating: [rating=4]
Skoob
Goodreads


Sinopse
Quando voltou das férias de verão, Cadu não imaginava a confusão em que a sua vida se transformaria. Era para ser um ano normal, mas ele entrou em uma enrascada e está correndo o risco de perder a amizade do cara mais legal do mundo. O que fazer quando a namorada do seu amigo vira uma obsessão para você? Os churrascos da turma da faculdade talvez ajudem a esquecer Juliana, e, se depender do esforço do divertido Caveira, não faltarão garotas gente boa para preencher o coração de Cadu. Mas não adianta forçar… Quem consegue mandar no coração? Alice, a irmã de Beto, é só mais uma das dores de cabeça que Cadu tem que enfrentar. A vida inventa cada cilada!


Capa & Diagramação

Eu gosto muito muito muito da capa desse livro! Foi uma evolução incrível e inesperada a qualidade dessa capa e compararmos à capa do último livro da Graciela Mayrink, Até Eu te Encontrar. Eu não mudaria nada nessa capa assim como não mudaria nada no miolo. A diagramação é bem limpa e ampla e até por isso o livro ficou bem robusto tendo 334 páginas.

Resenha: A Namorada do Meu Amigo

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Eu diria que esse é um ótimo exemplo do livro que cumpre muito bem o que ele propõe. Essa leitura não vai mudar sua vida mas é um romance jovem, atual, cheio de balada, azaração, conflitos, dúvidas e etc. O enredo se assemelha um pouco com Malhação só que é bem mais legal.

Graciela tem muita habilidade para fundamentar personagens. Eles são marcantes em suas características tornando o enredo mais cativante pois cada um deles tem personalidades diferentes e parecem “pescados” de alguém que a gente conhece da vida real mesmo. Isso e o fato de a história se passar no Brasil e estar recheada de referências da nossa terra ajuda muito a trazer a história para mais perto do leitor que está tão acostumado a ler obras internacionais.

“Eu pensava que você fosse um amigo confiável. Agora já não sei mais.”

Acho que essa não era a intenção da autora mas lá pela metade do livro eu estava torcendo para que Cadu ficasse com outra pessoa e não com a Juliana. Confesso que não acharia ruim caso a história tivesse tomado outro rumo! Mas provavelmente isso iria agradar só a mim hahaha!

Resenha: A Namorada do Meu Amigo

Mesmo torcendo pelo casal improvável eu gostei muito do rumo que ela deu à história e de como ela resolveu o impasse que era o foco principal do enredo.

É um romance leve com um toque de drama mas divertido e jovem que dá para ler rapidinho e se divertir.

Você vai gostar se: gosta de romances jovens, histórias que se passam no Brasil.
Não leia se não gosta de: universo adolescente.
Ideias centrais: turma de amigos, Minas Gerais, namorada do amigo.

Viciada em farinha láctea, cartões postais, livros e tenho um amor infinito por animais. Pretendo conhecer toda a Europa em breve e, às vezes, gosto de me aventurar na cozinha.

10 Comments

    • EvelynNo Gravatar

      Eu achei bem bonita! Ainda mais se comparada com a capa do primeiro lançamento dela com a Novo Conceito. Essa sim era bem ruinzinha!

  • EllemNo Gravatar

    Já vi comentários muito bons desse livro e estou com muita vontade de lê-lo. Eu amo histórias que se passam no Brasil, me envolvo muito mais na história hahaha
    E essa capa tá um arraso :D

    Beijos

  • Juliana Lima OliveiraNo Gravatar

    Oi meu bem!
    Primeiramente, meus parabéns pela resenha!
    Eu adoro histórias que se passem no Brasil! Mas pra te falar a verdade, eu meio que detesto triângulos amorosos. Eu tenho o dom de torcer pro casal errado. Sempre!
    Não me interesso muito por esse livro, apesar de também adorar a capa!
    Amei o blog!
    Um beijo ;*

    Juliana . Oliveira
    trocandoconceitos.blogspot.com.br

  • CarlosNo Gravatar

    Um dia você ainda vai olhar pra trás e ver que os problemas eram, na verdade, os degraus que te levaram à vitória.

    Quando penso que já cheguei ao meu limite, descubro que tenho forças para ir além.

    uma pergunta? posso divulgar seu artigo nas minhas redes social para as pessoas curtirem o seu artigo? pois é muito e instrutivo e de boa informação.

  • Carlos ferreiraNo Gravatar

    Sem sonhos, a vida não tem brilho. Sem metas, os sonhos não têm alicerces. Sem prioridades, os sonhos não se tornam reais. Sonhe, trace metas, estabeleça prioridades e corra riscos para executar seus sonhos. Melhor é errar por tentar do que errar por omitir.

    Dica do dia: Faça o melhor que puder. Seja o melhor que puder. O resultado virá na mesma proporção de seu esforço.

    uma pergunta? posso divulgar seu artigo nas minhas redes social para as pessoas curtirem o seu artigo? pois é muito e instrutivo e de boa informação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *