web analytics
livros,  recomendo

Resenha: O Começo de Tudo

Resenha: O Começo de Tudo

Livro: O Começo de Tudo
Autora: Robyn Schneider
Editora: Novo Conceito
Rating: [rating=5]
Skoob
Goodreads


Sinopse
O garoto de ouro Ezra Faulkner acredita que todo mundo tem uma tragédia esperando ali na esquina – um encontro fatal depois do qual tudo o que realmente importa vai acontecer. Sua tragédia particular esperou até que ele estivesse preparado para perder tudo de uma vez: em uma noite espetacular, um motorista imprudente acabou com a perna de Ezra, com sua carreira no esporte e com sua vida social.

Depois que perdeu o favoritismo ao posto de rei do baile, Ezra agora almoça na mesa dos losers, onde conhece Cassidy Thorpe. Cassidy é diferente de qualquer pessoa que Ezra tenha encontrado antes – melancólica e com uma inteligência mordaz.

Juntos, Ezra e Cassidy descobrem flash mobs, tesouros enterrados e um poodle que talvez seja a reencarnação do Grande Gatsby. À medida que Ezra mergulha nos novos estudos, nas novas amizades e no novo amor, aprende que algumas pessoas, assim como os livros, são difíceis de interpretar. Agora, ele precisa considerar: se uma tragédia já o atingiu, o que poderá acontecer se houver mais infortúnios?

O Começo de Tudo é um livro poético, inteligente e de cortar o coração sobre a dificuldade de ser o que as pessoas esperam, e sobre começos que podem nascer de finais trágicos.


Capa & Diagramação

Eu ouvi um certo burburinho de satisfação por aí com relação à capa desse livro. Comigo não foi diferente pois fiquei super animada! Quando eu gosto muito da capa de um livro eu não preciso nem de ler a sinopse antes de começar a ler. Eu não sei quanto a vocês mas eu gosto muito de mergulhar em um livro sem saber direito em que estou “me metendo”!

Amei a capa mas apesar de achar a ideia do desenho super condizente com a premissa do livro eu achei ela um pouco alegre demais e incompatível com o tom mais triste que eu percebi na maior parte da leitura. Ainda sim é uma capa linda, que chama muita atenção e que conservou todas as características da capa original. A diagramação do miolo é limpa, sem muita informação do jeito que eu gosto.

Resenha: O Começo de Tudo

Personagens, Enredo & Impressões gerais

No caso desse livro eu me joguei de olhos fechados. Confesso que demorei para lê-lo porque não estava conseguindo ter tempo e concentração o suficientes para sentar e ficar horas lendo. Mas não tem nada a ver com a qualidade da história nem nada. Era um momento de dificuldade minha mesmo.

O primeiro fator apaixonante nesse livro são os personagens. Wow! Eu sou o tipo de leitora que tenho um pouco de dificuldade de imaginar algumas coisas como personagens secundários (principalmente se são muitos!). Por isso, um dos fatores que eu levo em consideração para medir a qualidade dos livros (segundo meus parâmetros tá gente?) é a minha facilidade ou não de imaginar tudo nos mínimos detalhes. Eu não fico pensando nisso durante a leitura. Minha imaginação vai funcionando (ou não!) durante a leitura e criando a imagem, os trejeitos e os cenários com o subsídio no que o autor me oferece. É isso que me encanta tanto na literatura! A construção conjunta do leitor com o autor! É poder ler várias resenhas de um mesmo livro e ver tantas reações e percepções diferente de uma mesma história! Vou parar de divagar e continuar com essa resenha.

Durante a leitura do primeiro capítulo eu tinha certeza que a leitura seria super leve e teria um tom mais divertido e cômico. Minha primeira constatação continuou sendo verdade mas quanto à parte do “cômico” eu estava enganada.

Consigo dividir o livro em três momentos. O início que apresenta o personagem principal Ezra Faulkner (adorei o nome!) e seu entorno. A segunda parte se desenrola em um romance lindo, super cativante, que me fez marcar o livro inteiro com momentos e citações que valem a pena reler. E a terceira parte com um tom mais triste, lições de vida, reviravoltas e revelações.

“Ela tinha gostinho de tesouro escondido, balanços e café. Tinha gostinho de fogos de artifício, de coisa que a gente podia apenas chegar perto, mas nunca ter.”

A autora conseguiu abrangir vários aspectos da vida de um adolescente que passa por transformações, começa a perceber a vida como um adulto, recebe umas “chapuletadas” da vida que não são específicas da idade, tem problemas com a família e conhece o amor.

O ponto alto do livro para mim foi a personagem que se envolve amorosamente com o Ezra, a Cassidy Thorpe (todos os nomes são muito bons!). Em um certo momento do livro, ela ganha todos os holofotes, pois ela é apaixonante, divertida, energética e afeta a vida de Ezra fazendo-o pensar de modo diferente, viver coisas novas e enxergar tudo de modo renovado. Além disso tudo, sabemos que ela carrega um mistério pois nunca fala direito de sua família e transparece ao leitor que ela está passando por uma crise que não quer revelar a ninguém.

Outro aspecto que eu não posso deixar de abordar nessa resenha são as citações e as situações super atuais criadas pela autora para envolver a história. Não dá para contar nos dedos das mãos as várias citações a Harry Potter, video games, séries que acontecem durante o livro. E um momento que coube na história de forma muito natural e que gera uma cena memorável para mim aconteceu durante um flashmob em um centro de compras.

Resenha: O Começo de Tudo

Falando na autora, ao ver a foto dela no orelha do livro eu tinha a certeza de já ter visto aquele rosto em algum lugar. Pesquisei seu nome e descobri que ela tem um canal no YouTube que fala de literatura em geral. Estou seguindo ela em todas as redes sociais agora porque ela é bem ativa na internet!

O final para mim foi surpreendente e poético e continuou a altura de tudo que eu mais valorizei no livro. Por isso eu indico muito, muito essa leitura para qualquer pessoa que goste de uma boa história e ame personagens profundos e cativantes.

Como de costume eu mostro para vocês a aparência que a minha mente impôs aos personagens na minha cabeça hehehe!

Resenha: O Começo de Tudo

Nat Wolff | Felicity Jones

Você vai gostar se: curte romances, finais improváveis, histórias coming of age.
Não leia se não gosta de: histórias sobre adolescência, crescimento e romance.
Ideias centrais: acidente, romance, adolescência.

Gosto de cartões postais, livros e tenho um amor infinito por animais. Pretendo conhecer toda a Europa em breve e, às vezes, gosto de me aventurar na cozinha.

4 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *