Dica do dia: 6 maneiras de fazer a energia da sua estante circular

dicadodia_4_090613imagem @ weheartit

Aqui em casa desde de que eu era pequena minha mãe implantou um sistema para o meu armário que funcionava da seguinte forma: toda vez que uma peça de roupa entrava outra tinha que sair.  Ela aprendeu isso com a minha avó que sempre falava que isso ajudava a energia dos objetos circularem. Primeira minha mãe fazia isso por conta própria e depois, quando passei a ter domínio do meu armário, colocava isso em prática naturalmente.

Com um tempo fui percebendo que temos mania de acumular outras coisas também. Sapatos, maquiagem e trecos em geral. E acredite, mesmo quando você acha que não acumula coisas pode observar que vai encontrar várias coisas guardadas e sem utilidade.

E não me refiro a coisas com valor sentimental não! Essas eu sou totalmente a favor de guardar! Até aquelas coisas mais bobas como uma flor seca, ingresso de cinema, agenda antiga e o papel de bombom que o aquele boy especial te deu.

Me refiro àquelas coisas que a gente guarda simplesmente por achar que um dia pode vir a  precisar. Ou por ter preguiça de desfazer mesmo! (#meidentifico)

Ultimamente eu tenho virado uma acumuladora de livros. E sim eu sempre sonhei em ter uma estante repleta de livros mas fato é que agora está repleta demais e temo até pela saúde da minha estante hehehe! Tenho livros que faço questão de guardar pois são meus favoritos ou por serem esteticamente interessantes (#designerfeelings). Outros eu espremo na minha estante com a certeza que de, mesmo que tenha sido uma leitura boa, eu não irei mais relê-los ou consultá-los.

Por esse motivo estou arranjando maneiras de me desfazer dos livros que eu sou menos apegada. Até porque onde colocarei os outros milhões de títulos que eu pretendo ler?! Por isso montei uma lista com algumas dicas

6 maneiras de fazer a energia da sua estante circular

  • Doação / venda de livros em sebos.
  • Deixar um livro em algum lugar público com um bilhetinho “Espero que goste da leitura! Repasse este livro ao acabar de ler”. E se possível filme escondido e me mostre hehehe! Isso aconteceu em uma campanha da Nerdfighteria brasileira no último lançamento do livro do John Green vocês viram?
  • Anunciar livros nos anúncios e classificados. Acho que ninguém procura esse tipo de coisa nos classificados do jornal tradicional portanto indico os classificados online.
  • Cadastrar livros em sites que têm opção de troca. Tem que arriscar porque você pode mandar um livro novinho e super conservado e receber um todo judiado.
  • Emprestar. Não tenha medo. Só não empreste os seus xodós para não se decepcionar né?!
  • Dar livros de presentes. Eu me sinto especial ao ganhar livros. E com certeza não me importaria caso fosse um livro que já estivesse na estante de quem me deu o presente. Se tiver dedicatória é melhor ainda (#ficaadica).

* Esse post é um publieditorial

By Evelyn

Viciada em farinha láctea, cartões postais, livros e tenho um amor infinito por animais. Pretendo conhecer toda a Europa em breve e, às vezes, gosto de me aventurar na cozinha.

17 comments

  1. Oi Evelyn,
    Amei seu blog, super lindo!

    Uma pena que eu não consiga levar essas dicas adiante, morro de ciúmes dos meus livros… raramente empresto, imagina largar eles por ai? não rola, rsrs.

    Beijos e obrigada pela visitinha no AB
    Letícia
    Animus Book

    1. Alguns livros eu não abro mão em hipótese alguma. Quanto aos outros eu sempre penso “vou morrer e vai ficar tudo aí mesmo” hehehe!

      Sempre que eu deixo um livro ir deixo com muitos bons pensamentos e boas energias :)

  2. A segunda dica é ótima! É mesmo uma maneira muito divertida. Eu tinha que fazer algo assim! Acumulo bastante as coisas, principalmente livros. Eu pego até livros que acho na rua, mesmo que não seja de um assunto que me agrade, hehe.

    Beijos
    umaperfeitacomplicada.blogspot.com.br

  3. Eu amei o que você escreveu, eu concordo totalmente com você, hoje mesmo irei revirar minhas coisinhas que tenho cremes hidratantes e vááárias coisas que realmente não uso. Vou adotar já esta filosofia.

    Minha Mãe sempre me disse isso, mas eu me apeguei muito algumas coisas, eu realmente preciso mandar algumas coisas para poder “circular” em casa.

    ótimo poste!

    Super Beijos.
    Gisele

  4. Adorei o post, eu gosto bastante de trocar livros!
    Sempre quis deixar um livro em algum lugar para alguém pegar também, depois desse post, fiquei com mais vontade ainda!
    Beijos

  5. Na minha estante tem alguns (poucos) livros que eu poderia desapegar sim. Mas a maioriaaaaaa não dá. É um amor maior e livros que eu vou reler! É até um plano mental saber o que eu vou fazer com esses livros que eu quero desapegar, preciso “me livrar” deles logo!

    Até porque eu amo presentear as pessoas com livros porque é o presente que eu mesma mais amo receber, é um bem maior pra mim! \o/ Vamos ver se consigo aos poucos!

  6. Ahh eu ja sou rato de sebo rs
    Eu estou nessa fase tb, jogando e doando tudo o que nao uso. Arrumando tudo na vida, organizando. Como designer eu tenho alguns habitos tb de guardar coisas esteticamente interessantes!
    Beijinhus!

  7. oi querida, gostei bastante das dicas. Faço isto com minhas roupas, mas confesso que com os livros sou super apegada e acho que não me ‘desfazeria’ de quase nenhum :S
    boa semana
    ;*

  8. Achei LINDO isso de deixar um recadinho e levar o livro adiante pra um anônimo… Quero fazer isso, sou egoistinha com meus livros mas vou ter que brincar disso com algum deles!!

  9. Que post fofo, Lely. A ideia de deixar o livro em algum lugar com um bilhetinho é incrível!

    Ps: isso que eu chamo de publicidade bem feita! ;)

    Beijos, amore! Saudade

  10. Ai, amiga… confesso que eu tenho dificuldades. As coisas mais velhinhas eu doo sem problema nenhum, mas só se eu tiver certeza de que não quero… O mesmo acontece com os meus livros!
    Sou professora, recebo MUITOS, mas são tão cheirosos, tão lindinhos… Vou tentar fazer o que você me disse!

    Bjs – Suzana Rosa – http://www.rosachiclets.com.br
    Se tiver um tempinho, veja o blog do meu marido http://www.artigodeopiniao.com
    Siga-me no Instagram e Dujour: @rosachiclets

  11. Eu já emprestei e dei de presente, mas na segunda opção, a não ser que seja algo muito pessoal e uma pessoa bem próxima, acho estranho dar um livro já ‘usado’. Eu tenho mania de grifar coisas neles por isso não seria tão fácil pra mim. O Skoob se tornou o site de trocar que me interessa, mas não uso muito, só que seria uma forma de me desfazer de alguns livros que eu tenho.

    Já a segunda opção.. sensacional. Estou cogitando fazer isso porque seria algo bem inesperado e bonito, se alguém pegar e não destruir. :)

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *