web analytics

Resenha: Golem e o Gênio

By May 26, 2016 livros

Resenha: Golem e o Gênio

Livro: Golem e o Gênio
Autora: Helene Wecker
Editora: Darkside Books
Rating:
Adicione à sua estante: Skoob | Goodreads

+ Exemplar cedido pela editora para resenha


Sinopse

Os confrontos e as barreiras vividas por duas culturas tão próximas, ainda que aparentemente opostas. Em Golem e o Gênio, premiado romance fantástico que a DarkSide® Books traz ao Brasil em 2015, o leitor se transporta à Nova York da virada do século XX, em uma viagem fascinante através das culturas árabe e judaica. Seus guias serão poderosos seres mitológicos.

Chava é uma golem, criatura feita de barro, trazida à vida por um estranho rabino envolvido com os estudos alquímicos da Cabala. Ahmad é um gênio, ser feito de fogo, nascido no deserto sírio, preso em uma antiga garrafa de cobre por um beduíno, séculos atrás. Atraídos pelo destino à parte mais pobre de uma Manhattan construída por imigrantes, Ahmad e Chava se tornam improváveis amigos e companheiros de alma, desafiando suas naturezas opostas. Até a noite em que um terrível incidente os separa. Mas uma poderosa ameaça vai reuni-los novamente, colocando em risco suas existências e obrigando-os a fazer uma escolha definitiva.


Capa & Diagramação

Os livros da Darkside são objetos de desejo para a muitos amantes da leitura. E não é só porque eles são de capa dura não! A qualidade acompanha toda a peça gráfica. A diagramação é flawless gente! As aberturas de capítulo, os espaçamentos, a fonte utilizada, a qualidade da folha de guarda. O livro transparece a qualidade de quem é apaixonado pelo que faz!

Resenha: Golem e o Gênio

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Digamos que Golem e o Gênio seja uma leitura essencial para os amantes de fantasia. Eu já muitos livros dessa categoria mas pouquíssimas vezes vi um ambiente real mesclar-se com o mundo fantástico de forma tão natural. Isso acontece quando Hele Wecker envolve seres fantásticos que vivem nos desertos sírios, chamados Djims (cuja sonoridade do nome se assemelha a genie, uma lenda que já é de conhecimento de todos), Golens (seres de barro e de natureza violenta) e uma Nova Iorque de imigrantes do século XIX.

Eu não tenho conhecimentos específicos sobre a imigração aos EUA nessa época mas só imagino o nível de pesquisa envolvido na escrita do livro. Os detalhes ricos e específicos e o agradecimento as pessoas que a ajudaram na pesquisa no final do livro evidenciam minha suspeita anterior.

Resenha: Golem e o Gênio

Esse não é o tipo de livro fantástico que te arrebata logo de cara. Mesmo se iniciando com mais de cem páginas de apresentação dos personagens e seus históricos e também do contexto histórico-social de onde o enredo se desenvolveria, Helene tem muita habilidade para manter o leitor interessado. Eu não me lembro de já ter lido um livro com uma introdução tão longo que não tenha me cansado e me entendiado. Porém, nesse caso, essa introdução só me fez ter vontade de ler mais e mais rápido para chegar nos momentos em que a história começava a se “desembolar” mais. Me encontrei em situações difíceis várias vezes porque durante as duas semanas em que eu demorei para ler o livro tive pouquíssimo tempo para ler. Trabalhei nos finais de semana e e me envolvi em atividades complementares depois do serviço e me peguei, durante todo esse tempo, com muito desejo de ler o livro!

Resenha: Golem e o Gênio

Já contei em outras resenhas que eu gosto de descrições bem detalhadas sobre os personagens porque quando as descrições contêm “buracos” minha imaginação me prega peças hehehe! Nesse caso, os personagens e o universo em geral foram tão bem escritos que parecia que eu tinha visto um filme com todos eles. Eles estão muito claros na minha cabeça. Dos mais misteriosos, velhos, corcundas, cegos, carecas, até as mocinhas mias elegantes e bonitas, das vielas pobres cheias de cortiços até as áreas de mansão e um Central Park antigo com ovelhas a pastar. Tudo é muito claro na minha cabeça!

Resenha: Golem e o Gênio

Os personagens são outro ponto alto da história. A naturalidade e a realidade com que os personagens fantasiosos se encaixam no mundo real foi feita com maestria. Eles te cativam aos poucos com suas personalidades não tão virtuosas mas com ações muito condizentes com seus históricos e suas interações. Me encantei pela Golem desde muito cedo e depois me apaixonei pelo Djim, o rabi Meyer, a dona do bar amiga de todo mundo e outros tantos personagens secundários.

“Você não está considerando a solidão. Todos nós nos sentimos solitários de vez em quando, não importa quantas pessoas tenhamos a nossa volta.”

Eu realmente não consigo apontar um defeito ou algo que não tenha me agradado nesse livro. O leitor é sugado para um mundo que mistura de forma perfeita o real e o fantasioso sem cair em nenhum clichê. Wecker não caminha com a história por caminhos comuns desde o início até sua conclusão. Falando nisso, o final é muito digno e, por isso, aconselho essa leitura para todo mundo que goste de uma boa fantasia.

Resenha: Golem e o Gênio

Você vai gostar se: fantasia, história, Nova Iorque.
Não leia se não gosta de: livros longos.
Ideias centrais: lendas, imigração, deserto.

You Might Also Like

TOP 5: Coleções loucas

By May 21, 2016 livros, top 5

É óbvio que eu prefiro ter uma coleção toda combinadinha mas isso é bem difícil quando o próprio mercado editorial não se decide muito. Por isso, eu optei por não me preocupar muito com a estética das minhas coleções mais. Quando dá para combinar ótimo, quando não dá vai assim mesmo. Vamos aos top 5 das minhas coleções mais loucas hehehe!

1. Série Divergente

Comprei os três livros na Livraria Cultura. Na época nem me preocupei de olhar as especificações. O primeiro livro é um pouco menor e tem a capa porosa.
TOP 5: Coleções loucas

2. Apenas Um Dia

O primeiro livro foi enviado pela Novo Conceito. Quando eu fui comprar o segundo livro da série, a versão em inglês estava muito mais barata! Quando dá eu prefiro ler em inglês mas treinar um pouco mais a língua.
TOP 5: Coleções loucas

3. Estilhaça-me

Nossa! A saga que foi as capas dessa série! Eu não sei se vocês lembram mas as duas primeiras capas eram beeem feinhas. Aí quando o terceiro livro foi lançado aqui no Brasil, a Novo Conceito resolveu mandar uma jacket para os outros livros também. Eu acabei doando uma jacket e fiquei com a outra. Uma confusão!
TOP 5: Coleções loucas

4. Instrumentos Mortais

Eu li o primeiro e o segundo livro logo que lançaram aqui no Brasil. Terminei o segundo livro mas o terceiro não tinha sido lançado aqui ainda. Aí comprei o terceiro, o quarto e o quinto no Book Depository em épocas diferentes. Aí vieram cada um de um jeito né hehehe! O sexto voltou a ser da coleção brasileira pois eu foi de troca pelo Skoob.
TOP 5: Coleções loucas

5. Trono de Vidro

Adquiri todos na mesma época e eu não sei porque cargas d’água a Galera Record lançou duas versões diferentes!
TOP 5: Coleções loucas

You Might Also Like

Resenha: Uma Curva no Tempo

By May 15, 2016 livros

Resenha: Uma Curva no Tempo

Livro: Uma Curva no Tempo
Autora: Dani Atkins
Editora: Arqueiro
Rating:
Skoob | Goodreads
+ Exemplar cedido pela editora para resenha


Sinopse

A noite do acidente mudou tudo… Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim… Ou funciona?

A noite do acidente foi uma grande sorte… Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?


Capa & Diagramação

Que coisa mais linda que é o trabalho gráfico desse livro! Eu adoro a capa pois reflete muito bem o conteúdo do livro e, assim como a sinopse, traz o mistério juntamente com a delicadeza de um romance. E parece que todos os livros dessa autora vão seguir o mesmo padrão de capa. Vocês viram a capa de A História de Nós Dois? Adoro fazer coleção desses livros que seguem o mesmo padrão de capa sem necessariamente serem a mesma história.

Resenha: Uma Curva no Tempo

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Eu tenho uma memória péssima e isso se mostra bem útil às vezes. Adoro quando eu vou ler um livro e já não me lembro mais da sinopse hehehe! No caso de Uma Curva no Tempo eu lembrava sobre segundas chances e pensei até que se tratava de mais um livro de viagem no tempo.

A premissa dessa obra é diferente pois a personagem não viaja no tempo e sim para uma realidade alternativa da própria vida. A premissa é muito boa! Isso até podia virar a nova modinha literária pois várias histórias legais podem surgir dessa premissa!

Resenha: Uma Curva no Tempo

O livro é bem gostoso de ler. É leve, curto e simples. Agora vamos para as partes que eu não gostei, né? Eu achei que a premissa que é tão legal e diferente do que a gente vê por aí foi mal aproveitada. Tem muito clichê sem graça, o homem rica canalha, o bonzinho mais pobre, a amiga gostosona e a amiga confidente. Fiquei esperando os clichês não se confirmarem mas todos eles se confirmaram cedo ou tarde.

Outra coisa que me incomodou foi a maneira como Jimmy trata Rachel. Esse foi o fator mais fraco do livro pois se o romance é forte alguns outros defeitos são até relevados. O problema é que Jimmy trata Rachel como um bebê (quase dá comida na boca, veste a roupinha, ajuda a subir na cadeira). Não curti mesmo!

Resenha: Uma Curva no Tempo

Ok agora vamos para parte que eu gostei além da premissa. Pena que eu não posso compartilhar muito do que eu mais gostei do livro se não é spoiler na certa! Eu amei o final gente! O livro vale a pena por causa do final! A autora teve uma sacada de fazer um jogo de cenas que foi realmente lindo e emocionante.

“Assim era Jimmy; o garoto que me amara quando éramos crianças e o homem que havia se tornado. Eu podia confiar nele com relação a tudo. Eu podia confiar nele com relação à verdade.”

A ambientação também é um prazer de ler porque eu sou apaixonada pelo Reino Unido. A história se passa entre Londres e a cidade natal dos protagonistas, Great Bishopsford, que fica a 2 horas de trem. É uma daquelas cidadezinhas no interior da Inglaterra que devem ser uma delícia de morar, sabe?

Porém, é em maior parte pelo final que eu aconselho a leitura de Uma Curva no Tempo. Quem gosta de romance açucarado ou quer uma leitura leve para passar o tempo vai gostar desse livro. Mas tem que ler até o final hein! Se não não vai valer a pena!

Resenha: Uma Curva no Tempo

Você vai gostar se: gosta de romances açucarados, livros curtos.
Não leia se não gosta de: clichês!
Ideias centrais: acidente, turma de amigos, realidade alternativa, mistério, romance.

You Might Also Like

Book Haul: Abril

By May 1, 2016 livros, novidades

Fiz três trocas lindas pelo Skoob em abril :)

Compras, Trocas & Livros Emprestados

Achei essa versão de bolso linda de um livro que é um must-read na minha nova lista de clássicos.
Book Haul: Abril 2016

Agora só falta mais um para completar a trilogia. Esse ano ainda animo de começar!
Book Haul: Abril 2016

Mais um pra minha coleção da Cassandra Clare (que eu ainda não vou ler :/).
Book Haul: Abril 2016

You Might Also Like

Resenha: Tudo e Todas as Coisas

By April 17, 2016 livros

Resenha: Tudo e Todas as Coisas

Livro: Tudo e Todas as Coisas
Autora: Nicola Yoon
Editora: Novo Conceito
Rating:
Skoob
Goodreads


Sinopse
Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre.


Capa & Diagramação

Sou apaixonadíssima com a capa e toda a arte do interior desse livro. Foram escolhas inteligentes que fizeram com que o livro parecesse fofo e descontraído assim como seu conteúdo.
Resenha: Tudo e Todas as Coisas

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Eu gostei bastante da tradução do título. O título original é Everything Everything e é impossível traduzi-lo literalmente para o português sem perder o sentido. Gostei da solução que encontraram e achei o nome em português bem sonoro.

A execução do livro foi o ponto-chave para mim. Eles trazem uma atmosfera às vezes engraçada, às vezes descontraída em meio ao drama. Os desenhos, diagramas e ilustrações quebram o padrão tradicional de páginas repletas de blocos de texto e dinamizam a leitura. As ilustrações combinadas com muitos diálogos fazem dessa leitura bem leve e rápida.

Não consegui me envolver tanto com a personagem principal apesar de me comover com as situações e dramas vividos por ela. Acho que é mais uma coisa pessoal mesmo.

Resenha: Tudo e Todas as Coisas

Gostei mais do Olly e da Carla, que é a enfermeira de Maddie. A relação dela com a enfermeira era mais orgânica e natural que a relação mecânica que ela tinha com a mãe. A enfermeira tem origem latina então vocês já sabem né? Carla é animada, espalhafatosa e mãezona.

Olly é apaixonante porque está naquela fase meio adolescente meio homem. Só se veste de preto e é obcecado por parkour (traços adolescentes) mas se impõe como homem para proteger sua família.

“Tudo é um risco. Não fazer nada é um risco. A decisão é sua.”

Durante a leitura eu sabia que em algum ponto aconteceria algo bastante previsível e clichê (que de fato aconteceu) porém após esse fato a autora levou a história para um outro ponto que era inesperado e que foi bem trabalhado. Isso até me fez esquecer do clichê que antes tinha me incomodado e, por isso, acabei gostando da solução que a Nicola deu para os personagens.

É um YA leve, fofo com uma pitadinha de senso de humor :) Indicado para todo mundo que goste de algum desses ingredientes!

Resenha: Tudo e Todas as Coisas

Você vai gostar se: gosta de leituras leves e rápidas.
Não leia se não gosta de: YA, sicklit e romances adolescentes.
Ideias centrais: doença, isolamento, família, romance.

You Might Also Like

Sorteio: I Like Books

By April 17, 2016 promoções

Oi Romantics!

Estou participando de um sorteio com vários parceiros para presentear nossos leitores :) Bora lá?!

Sorteio: I Like Books

Regras:

– Sempre que surgir a opção “Visitar página” não esqueça que é OBRIGATÓRIO curtir. Só dar uma olhada não vale!
– Se compartilhar a imagem do sorteio no facebook não esqueça que tem que ser em modo PÚBLICO!
– O não preenchimento correto do formulário acarretará em desclassificação do ganhador.
– O sorteio é válido apenas para quem tem endereço de entrega no Brasil.
– O resultado sairá neste mesmo post em até 10 dias após o término do sorteio.
– O ganhador deverá responder ao e-mail enviado com as informações solicitadas em no máximo 3 dias.
– Cada blog fica responsável pelo envio exclusivamente do prêmio cedido.
– Não nos responsabilizamos por problemas ocasionados pelos Correios.
– Caso o prêmio volte ao blogueiro, este não será reenviado.
– Os prêmios serão enviados em até 60 dias após o recebimento dos dados do ganhador.

Sorteio: I Like Books
a Rafflecopter giveaway

Sorteio: I Like Books
a Rafflecopter giveaway

Sorteio: I Like Books
a Rafflecopter giveaway

Sorteio: I Like Books
a Rafflecopter giveaway

You Might Also Like