web analytics

Resenha: Para Onde Ela Foi

By January 25, 2015 livros

Resenha: Para Onde Ela Foi

Livro: Para Onde Ela Foi
Autor: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Rating:
Skoob
Goodreads


Sinopse
Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado.
Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.


Capa & Diagramação

Apesar de ser diferente da capa do primeiro livro e não corresponder com a Mia que é mostrada no filme acho essa capa linda! A Mia da minha cabeça é uma mistura da menina da foto e a Mia do cinema.

Acho a capa bem balanceada com a foto, a fonte e as informações extras. A diagramação do miolo segue o mesmo padrão do primeiro que não me agrada muito mas não me incomoda.

Resenha: Para Onde Ela Foi

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Embora eu tenha gostado de Se Eu Ficar, não foi o livro extraórdinário para mim. Acho que eu tinha expectativas diferentes e acabei não me sentindo tão cativada pela personagem principal. O fluxo de leitura também não foi prazeroso.Foi bom mas não se destacou para mim.

Durante a leitura de Para Onde Ela Foi minha percepção foi totalmente diferente! O fluxo de leitura foi intrigante e fluído desde o início e, a cada página eu me sentia mais e mais cativada pelo personagem de Adam. A decisão da autora de usá-lo como ponto principal neste segundo livro foi inteligente pois a história tomou um ritmo diferente e pôde abordar inúmeros fatores que, caso fossem narrados pelo ponto de vista de Mia, seriam só mais do mesmo.

“Fiz a coisa certa. Sei disso agora. Sempre soube, mas parece tão difícil enxergar atrás da minha raiva. E tudo bem se ela tiver raiva. Tudo bem, até, se ela me odeia. E foi egoísta o que eu pedi que ela fizesse, mesmo que terminasse sendo a coisa menos egoísta que eu já fiz.”

A construção e o crescimento de Adam foram intercalados de forma muito equilibrada com os flashbacks e com a inserção de Mia na história. A descrição de Adam com todas as suas nóias e defeitos o tornou extremamente real sem ser um personagem chato já que tudo que ele estava passando justificava suas dificuldades.

Resenha: Para Onde Ela Foi

O livro se inicia alguns anos após o acidente e o fato de o leitor ir descobrindo aos poucos o que aconteceu na vida dos dois, como e porque haviam chegado àquela situação foi o maior fator que me fez ler esse livro super rápido. Claro que, combinado com todas as qualidades que eu já citei anteriormente.

Outra coisa que enriqueceu muito a experiência da leitura foram os trechos de letras das músicas de Adam. Quem ficou encarregado de fazer a tradução dessas letras fez um ótimo trabalho! Na maioria das vezes eu achei a letra traduzida mais interessante e melódica que a letra original!

Eu não tenho defeitos para colocar no livro. Foi melhor que eu esperava, foi inteligente, não foi previsível e me cativou!

Resenha: Para Onde Ela Foi

Você vai gostar se: gosta de romances, música, Nova Iorque.
Não leia se não gosta de: romances com astros do rock, leituras curtas.
Ideias centrais: romance, música clássica, rock, celebridade.

You Might Also Like

Meme: 15 coisas para fazer em 2015

By January 24, 2015 pessoal

Eu quero muito mais que 15 coisas para 2015 mas gosto de colocar no papel (ou no blog) só as coisas possíveis para não me frustrar no final do ano. Tirei as coisas óbvias como me alimentar melhor, fazer atividade física e todo aquele blablabla porque isso todo mundo quer, né?

Meme: 15 Coisas para fazer em 2015 @ goodasgold

1. yoga

Quero adotar uma rotina de praticar yoga. Além de ajudar na resistência e na força muscular eu PRECISO trabalhar na minha flexibilidade. É garotada! Ficar sentada no computador o dia todo encurta os músculos!

2. jane austen

Eu me envergonho de não ter lido nada dela ainda. E olha que eu já até comprei os livros!

3. picnic

Quero tornar mais frequente meus picnics em lugares calmos e em boa companhia.

4. lugares diferentes

Quero conhecer lugares diferentes e sair dos programinhas normais de final de semana.

5. livros em inglês

Estou morrendo de saudades de ler em inglês! E me sinto enferrujada!

6. jogos

Não lembro a última vez que zerei um jogo. Quero adotar esse desafio nesse ano.

7. francês

Não tenho ilusões de que eu vá falar francês bem mas eu sinto falta de estudar alguma língua. E quero saber pelo menos o básico de francês.

8. doação

Quero doar sangue algumas vezes por ano.

9. trabalho voluntário

Já procurei várias vezes mas como queria me ajudar algum lugar que cuide de animais tive dificuldades de achar um lugar acessível e compatível com meu horários.

10. falar menos e escutar mais

Auto explicativo, né?

11. meditar

Esse item sempre está nas minhas listas!

12. filmes

Eu leio tanto que às vezes passo um mês inteiro sem assistir nada! Quero assistir pelo menos um filme por semana e colocar minha vida cinematográfica em dia.

13. ficar à toa

Quero aprender a ficar a toa sem me sentir culpada.

14. visual

Preciso mudar meu corte de cabelo ou a cor. Ainda não decidi mas sei que quero algo diferente!

15. ousar

Quero ousar um pouco mais nos meus looks e sair da monotonia.

You Might Also Like

Resenha: O Grande Ivan

By January 17, 2015 livros

Resenha: O Grande Ivan

Livro: O Grande Ivan
Autor: Katherine Applegate
Editora: Novo Conceito
Rating:
Skoob
Goodreads


Sinopse
Meu nome é Ivan.
Eu sou um gorila.
Não é tão fácil quanto parece…

Ivan mora dentro de um shopping e nunca tinha pensado em voltar para a natureza até o dia em que a pequena Ruby, um filhote de elefante, foi comprada pelo dono do circo.
Baseado em fatos reais, O GRANDE IVAN é uma história deliciosa, cheia de humor, ao mesmo tempo doce e inteligente, sobre os direitos dos animais e sobre a força da amizade.
Não importa quantos anos você tem… Você deveria ler este livro hoje, agora mesmo. Aliás, o que você está esperando para começar?


Capa & Diagramação

O Grande Ivan é outro lançamento do selo #Irado que chega impecável às mãos do leitor. Capa dura, ilustrações lindas e diagramação bem espaçada e limpa. O livro é grosso mas a diagramação é bem alongada o fez parecer mais longo do que realmente é. Dá para ler em um dia ou dois.

Resenha: O Grande Ivan

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Eu sou sempre receosa com leituras e filmes com animais no foco principal. Isso porque, em algum ponto ou às vezes na história inteira, os animais sofrem e eu sou MUITO sensível com histórias de animais sofrendo. A ponto de, caso seja excessivamente triste, perca a graça pra mim.

Em O Grande Ivan a melancolia está impregnada desde as primeiras linhas. Um gorila das costas cinza-prateadas que deveria ser uma figurina selvagem, que domina um bando e transparece poder não deve ser diminuído a uma atração de um parque decadente de beirada de estrada.

Resenha: O Grande Ivan

A tristeza trazida pela história não foi o suficiente para me desagradar. Ela vem em doses terapêuticas, de forma sútil e embebida em muita fofura e lições de vida inseridas discretamente na trama. Eu me pergunto se as crianças realmente irão entender qual é a do livro. Acho que se sentiram como eu me sentia quando, pequenininha, assistia Dumbo. Uma história triste, encorajadora e inspiradora até para as mentes que ainda não estão amadurecidas.

“Mas, em vários dias, esqueço-me do que eu supostamente sou. Sou humano? Sou gorila?
Os humanos têm tantas palavras. Mais do que precisam.
E, mesmo assim, eles não têm um nome para o que eu sou.”

Amei o livro, que virou um xodozinho da estante pela fofura da história e pelo trabalho gráfico apaixonante da capa e do interior com ilustrações lindíssimas! Aconselho a leitura para toda e qualquer idade!

Resenha: O Grande Ivan

Resenha: O Grande Ivan

Resenha: O Grande Ivan

Você vai gostar se: gosta de histórias simples e tocantes.
Não leia se não gosta de: animais, livros infanto juvenis.
Ideias centrais: gorila, elefante, amizade.

You Might Also Like

Novidades: Dezembro

By January 16, 2015 novidades

Eu passei por uma dieta literária em dezembro! Não teve muito livro novo, não troquei nem comprei nada mas acabei lendo bastante!

O que chegou de parceria

Já mostrei Jardim de Inverno e inclusive já fiz resenha desse lançamento mega lindo e relaxante da Editora Arqueiro.
Novidades: Dezembro 2014

Chegaram dois lançamentos de Natal da Editora Novo Conceito e um livro mega fofo que eu já “consumi” no ano passado mesmo. Vou contar mais dele já já!
Novidades: Dezembro 2014

Novidades: Dezembro 2014

Novidades: Dezembro 2014

You Might Also Like

Resenha: Perdido em Marte

By January 11, 2015 livros

Resenha: Perdido em Marte

Livro: Perdido em Marte
Autor: Andy Weir
Editora: Arqueiro
Rating:
Skoob
Goodreads


Sinopse
Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho.

Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente.

Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate.

Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico e um senso de humor inabalável , ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência.

Para isso, será o primeiro homem a plantar batatas em Marte e, usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá.

Com um forte embasamento científico real e moderno, Perdido em Marte é um suspense memorável e divertido, impulsionado por uma trama que não para de surpreender o leitor.


Capa & Diagramação

A arte da capa é simplesmente impecável! As cores são lindas e a imagem representa muito bem a vibe do livro. A textura da capa é daquela meio emborrachada sabe? A diagramação do miolo também é perfeita, limpa e bonita.

Resenha: Perdido em Marte

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Perdido em Marte foi um dos últimos livros que eu li em 2014 e o melhor do ano! Se existia um clima de suspense quanto a minha opinião sobre esse livro eu já vou cortar desde o começo da resenha porque eu amei e não consigo pensar em nenhum ponto negativo!

A história já começa com adrenalina lá no alto pois narra a cena em que acontece uma tempestade de areia de alta magnitude que culmina no “abandono” de Mark em Marte. Acontece um acidente que deixa Mark desacordado e sua equipe pensa que ele está morto. As condições meteorológicas os impede de tomar decisões com calma e a equipe parte às pressas para se salvar.

Os sentimentos que esse livro me causou foram muito loucos! Me senti solitária por ele, ansiosa, feliz quando alguma pequena coisa dava certo e até mais fome quando lia sobre seu racionamento de comida hehehe!

“Foi uma sequência ridícula de acontecimentos que quase me fez morrer, e uma sequência ainda mais ridícula que me fez sobreviver.”

O que diferencia e sustenta o livro para mim, não que eu já tenha lido vários livros de gênero, é o personagem principal. Ele é inteligente, racional, enérgico, engraçado e extremamente cativante. Qualquer outro personagem não teria sustentado esse livro, por mais legal que a história fosse.

Eu indico muito este livro, até mesmo para o que não são fãs do gênero, pois faz nosso cérebro funcionar com as várias máquinas, manutenções e estratégicas que Mark precisa desenvolver para sobreviver, pelo seu lindo relacionamento com a equipe, pelos momentos de adrenalina que foram impecáveis e sobretudo pelo show de esperança, tranquilidade e humor do personagem principal!

Resenha: Perdido em Marte

Você vai gostar se: gosta de livros que te fazem racionar e também filosofar.
Não leia se não gosta de: livros de sobrevivência.
Ideias centrais: Marte, astronauta, ficção científica.

You Might Also Like

TOP 5: Livros lidos em 2014

By December 31, 2014 livros, top 5

Oi Romantics!

Estes são os livros que mais gostei de ler em 2014. Deixo a lista como dicas de leituras futuras para vocês e também quero saber quais são os seus livros preferidos de 2014.

TOP 5: Melhores livros de 2014

1. Perdido em Marte – Andy Weir
Ainda nem fiz resenha pois terminei de lê-lo esta semana. Foi o penúltimo livro do ano e uma das minhas leituras favoritas! Nunca tinha lido nada parecido e achei que não fosse gostar de ficção científica. A capa e a sinopse me conquistaram e de começar a leitura descobri que o livro está sendo transformado em um filme que será dirigido pelo Ridley Scott (what?!). Isso só pode dar muito certo!

2. Pó de Lua – Clarice Freire
Esse livro transborda fofura! É criativo, divertido e profundo. Antes de tê-lo eu tinha expectativas altíssimas mas ele acabou superando tudo!

3. Convergente – Veronica Roth (Comentário)
Convergente fechou de maneira épica uma série que eu gostei muito. Agora é só esperar pelos próximos filmes!

4. Will & Will – John Green e David Levithan
Will & Will é muito amor! Eu gosto dos livros do John porque ao mesmo tempo que me divertem, me levam a pensar sobre várias coisas. Esse não é exceção! Não vou reclamar se ele resolve se juntar com o David Levithan em mais ocasiões.

5. Boneca de Ossos – Holly Black (Resenha)
Autora linda que eu descobri esse ano! Nunca tinha lido nada que juntasse horror e fofura de um jeito tão harmônico. Até hoje não sei se tenho medo ou se quero cuidar da boneca hehehe!

Quais são os melhores livros que vocês leram em 2014? Se fizerem um post como esse deixem o link nos comentários!

You Might Also Like