web analytics

Resenha: Amaldiçoado

By February 18, 2015 livros

Resenha: Amaldiçoado

Livro: Amaldiçoado (publicado originalmente como O Pacto)
Autor: Joe Hill
Editora: Arqueiro
Rating:
Skoob
Goodreads


Sinopse
Ignatius Perrish sempre foi um homem bom. Tinha uma família unida e privilegiada, um irmão que era seu grande companheiro, um amigo inseparável e, muito cedo, conheceu Merrin, o amor de sua vida. Até que uma tragédia põe fim a toda essa felicidade: Merrin é estuprada e morta e ele passa a ser o principal suspeito. Embora não haja evidências que o incriminem, também não há nada que prove sua inocência. Todos na cidade acreditam que ele é um monstro. Um ano depois, Ig acorda de uma bebedeira com uma dor de cabeça infernal e chifres crescendo em suas têmporas. Além disso, descobre algo assustador: ao vê-lo, as pessoas não reagem com espanto e horror, como seria de esperar. Em vez disso, entram numa espécie de transe e revelam seus pecados mais inconfessáveis. Um médico, o padre, seus pais e até sua querida avó, ninguém está imune a Ig. E todos estão contra ele. Porém, a mais dolorosa das confissões é a de seu irmão, que sempre soube quem era o assassino de Merrin, mas não podia contar a verdade. Até agora.

Sozinho, sem ter aonde ir ou a quem recorrer, Ig vai descobrir que, quando as pessoas que você ama lhe viram as costas e sua vida se torna um inferno, ser o diabo não é tão mau assim. Joe Hill, autor de A estrada da noite e Nosferatu, já foi aclamado como um dos principais novos nomes da ficção fantástica. Em Amaldiçoado, o sobrenatural é pano de fundo para uma história de amor e tragédia, de traição e vingança. Um livro envolvente, emocionante e cheio de suspense que nos leva a refletir: em matéria de maldade, quem é pior, o homem ou o diabo?


Capa & Diagramação

Gostei bastante da capa mas preferi a capa original com o tridente e com aspecto de arranhada por ele. De alguma forma acho o tridente mais emblemático na história que os chifres. Mas entendo que a capa nova tem a ver com o filme que vai sair em breve. Não tem problema porque a carinha do Daniel Radcliffe é linda com chifre ou sem chifre hehehe!

Senti falta de algum aviso sobre a faixa etária recomendada ou o um alerta sobre conteúdo adulto. Fiquem avisadas mamães de plantão! Não é porque tem o “Harry Potter” na capa que seu filho pode ler hein! Na minha opinião esse livro é para maiores de 16 anos!

A diagramação do miolo é limpa mas achei espremida demais. Nada que me incomodasse tanto mas preferia que fosse mais espaçada.

Resenha: Amaldiçoado

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Devo dizer que eu gostei bastante do livro porém com ressalvas.

Primeiro, um ponto positivo (porque eu sempre falo das coisas boas primeiro!), foi que ele não é tão assustador quanto eu achei que seria. Eu sou super medrosa e tomando como base The Woman in Black que foi um outro filme que o Radcliffe escolhei para protagonizar achei que eu iria ficar mortinha de medo nesse! O livro se vende como uma obra super demoníaca mas me parece que o autor utilizou recursos cômicos para aliviar as partes mais tensas. Nessas partes, ao invés de me sentir apavorada eu tinha era vergonha alheia de algumas situações.

Ainda bem que só descobri depois de terminar a leitura que esse tal de Joe Hill é filho do Stephen King. Nunca li nada dele mas sua fama de obras aterrorizantes não vem do nada, né?

O ponto chave do livro foi o desenrolar da história que foi revelando aos poucos o que porque e como Merrin foi assassinada. Nos fez enxergar as motivações e a personalidade de cada personagem com a ajuda de flashbacks muito bem colocados.

Resenha: Amaldiçoado

É com a ajuda dos flashbacks também que temos a chance de saber mais sobre Merrin já que o livro se inicia cerca de um ano depois da morte dela.

O mais interessante é que mesmo Ig carregando esse mistério e se tornando cada vez mais um ser demoníaco, é impossível pensar nele como um vilão ou uma pessoa que queira fazer mal de alguma maneira. Ele tem um ataques de raiva mas em 95% do livro só quer saber o que aconteceu, quem a matou e se vingar dessa pessoa.

“Agora que havia se acostumado, preferia ser um demônio. A cruz era um símbolo da mais típica condição humana: o sofrimento. E Ig estava cansado de sofrer.”

A parte do mistério da morte dela foi toda muito bem explorada mas o que me incomodou um pouco foi o mistério dos chifres e das transformações pelas quais ele passou. Além de ter o chifres crescendo ele provocava confissões super íntimas dos desejos mais cabulosos das pessoas com as quais interagia. E conseguia, também, persuadir as pessoas a fazer alguma coisa que elas já demonstravam alguma vontade. Esse último aspecto poderia ter rendido muitos momentos engraçados e interessantes mas em todas as vezes eu só fiquei com vergonha alheia hehehe!

No final, achei que a questão das transformações de Ig foi deixada em segundo plano e ficaram mal explicadas. Isso me incomodou pois me senti meio no vácuo.

Resenha: Amaldiçoado

Você vai gostar se: mistério, assassinato.
Não leia se não gosta de: da ideia de demônio, satanás, conflitos internos sobre religião, palavrões.
Ideias centrais: demônio, assassinato.

You Might Also Like

TOP 5: Dicas para sobreviver ao Carnaval

By February 16, 2015 top 5

Hi Romantics!

Eu adoraria dizer “oba gente! O carnaval chegou! Essa época linda e feliz!” mas o que eu realmente vou te dizer é “run to the hills!”. Então se você curte a agitação, a música, o povão acho que não vai aproveitar muito das minhas dicas.

Eu aconselharia uma viagem para a Europa mas como isso talvez não seja possível, eis algumas dicas para sobreviver ao Carnaval (aka Guia de Sobrevivência do Carnaval).

Obs: A grande verdade é que eu AMO o Carnaval simplesmente por ter tempo livre para fazer todas essas coisas que normalmente não posso ;)

TOP 5: Dicas para sobreviver ao Carnaval @ corujices

1. Filme/Série + comida boa

Se joga no Netflix e coloca em dia sua vida cinematográfica. Assista as séries que todo mundo fala e você tá por fora. Ou aproveite para decorar as falas dos seus filmes favoritos.

Aproveitando isso vocês já viram um pacote de pipoca de micro-ondas que já vira o balde? Nem precisa de lavar nada depois de comer (a economia de água agradece!).

2. Leitura

Tenho certeza que vocês têm consciência disso. O New Romantic é um blog literário que posta alguns outros assuntos de vez em quando. Então é óbvio que eu deixaria aqui um incentivo para dar uma lidinha. Você tem pelo menos 3 dias de folga aí pela frente e super dá para adiantar alguma leitura ou participar de uma maratona literária. Procura aí que tá cheio de maratona acontecendo e é super divertido participar (mesmo que o resultado seja um “complete fail”).

3. Cozinhe

Aproveite para dar uma olhada em todas aquelas receitas que você favoritou e nunca mais olhou. Olhar as comidinhas no Pinterest também dá uma animada para cozinhar. Pode até ser alguma coisa comum mas tente apresentá-la/montá-la de alguma maneira diferente. Ex: camadas de frutas de cores diferentes no pote de vidro (super tendência), um desenho com algum molho na lateral do prato.

4. YouTube

Eu consigo passar horas e horas no YouTube. Assino milhares de canais e descubro vários outros enquanto assisto os que já conheço. Você encontrará no meu histórico desde de vídeos de animais fofinhos até aulas sobre história do Reino Unido. Dá pra aprender outra língua, algum DIY, assistir um vlog bem caseiro de uma pessoa que mora num lugar bem diferente ou vlogs super produzidos das blogueiras famosas. Tem conteúdo para todo tipo de gosto e humor!

5. Organização

Mesmo que você já seja uma pessoa super organizada sempre tem mais alguma coisa pra organizar. Sua biblioteca no iTunes, o armário, os livros na estante. Se você não é lá tão organizado(a) pode começar por qualquer coisa. Qualquer coisinha tá valendo! E a sensação depois é tão boa!

Vale também separar rupas, livros e outros itens que você não vai utilizar mais para doar, vender, etc.

You Might Also Like

TOP 5: Livros para 2015

By February 6, 2015 livros, top 5
TOP 5: Livros para 2015

Aleluia! Gravei um vídeo gente!

Pretendo gravar mais vídeos em 2015 mas ainda não sei a frequência ou os assuntos. Quero uma coisa bem espontânea sem muito planejamento ou mimimi. Devo gravar sobre o que eu estiver com vontade ou o que vocês me pedirem ;)

No caso desse vídeo, falei, de forma bem rapidinha, sobre os livros que eu não quero que passem de 2015 na minha lista de leituras. Curtam o vídeo caso vocês gostarem porque nem todo mundo lembra de comentar, né?

You Might Also Like

Resenha: Superação

By February 1, 2015 livros

Resenha: Superação

Livro: Superação
Autor: Nick Vujicic
Editora: Novo Conceito
Rating:
Skoob
Goodreads


Sinopse
Nick Vujicic sabe que não existe esperança maior do que confiar nos planos de Deus para a sua vida. Nascido sem os braços e as pernas, Nick já vivenciou picos de confiança e também já se entregou ao desespero. E ele superou todas as circunstâncias e barreiras físicas ao abraçar sua fé e compreender o amor sem limites e o poder que Deus concede a todas as pessoas.
Agora, Nick deseja que você renove a sua esperança. Em 50 reflexões inspiradoras, ele compartilha uma sabedoria eloquente, adquirida da maneira mais penosa, para ajudar você a encarar os obstáculos com serenidade e coragem.
Encontre a motivação que buscava para vencer as dificuldades em qualquer área da sua vida: dúvidas sobre a sua fé, problemas de relacionamento, dificuldades no campo profissional, questões ligadas à saúde ou à autoestima.
A atitude positiva deste palestrante admirado em todo o mundo e o seu encorajamento baseado na Bíblia irão transformar sua vida e mostrar que você pode superar qualquer limitação, porque Deus não conhece limites.


Capa & Diagramação

A foto é linda, os elementos de texto são bem balanceados e diagramação do miolo é ótima diferenciando os diferentes tipos de texto. Adorei!

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Eu ando numa fase bem receptiva a todas as religiões. Sempre acreditei que posso unir ensinamentos e técnicas de diferentes credos e usá-los da maneira que melhor me convêm. Ultimamente eu tenho estado mais aberta a religiões que antes não fazia ideia que poderia me simpatizar. Por essa razão, acredito que Superação tenha vindo em boa hora.

Cada história, ensinamento ou capítulo (não sei como denominá-los) tem no máximo três páginas e se inicia com pequenos trechos religiosos. Concordo com alguns, outros nem tanto mas eles sempre se conectam com o que Nick vai contar em seguida, geralmente algo que ele viveu ou presenciou alguém vivendo. E com ele não dá para discordar! De forma fácil e bem fluida ele conta o que aprendeu até hoje.

“Só depois que perdi a esperança é que fiquei realmente aleijado. Acredite, perder a esperança é pior do que não ter braços e pernas. Se você já sentiu a dor do luto ou da depressão, sabe como o desespero pode ser ruim.”

De pouco a pouco o leitor tem uma ideia do que Nick já passou na vida: os questionamentos da infância, a crise da adolescência, a depressão, a revolta, a aceitação, seu casamento, crise financeira, carreira profissional e etc. Para mim foi tudo novidade já que não li nenhum dos títulos anteriores.

O livro é fininho e resolvi colocar na bolsa para ler no ônibus. Mas agora, mesmo depois de já ter lido, deixo ele no criado-mudo pois acredito que lê-lo apenas uma vez é pouco. Uma vez por dia abro em uma página aleatória e releio. Os trechos são bem curtinhos e sempre calham de alguma maneira no meu dia a dia.

Indico mesmo para pessoas que não são muito ligadas à religião e também não curtem auto-ajuda. A escrita faz os ensinamentos soarem menos clichê e seu humor me fez relevar uma ou outra coisa que não gosto nessas leituras.

Resenha: Superação

Você vai gostar se: gosta de histórias inspiradoras, livros curtos.
Não leia se não gosta de: assuntos muito atrelados à religião.
Ideias centrais: ensinamentos, inspiração, superação.

You Might Also Like

Novidades: Janeiro

By February 1, 2015 novidades

Esse mês está bem magrinho de novidades mas estou muito satisfeita com o que chegou. Consegui passar mais um mês sem comprar livros! Estou orgulhosa de mim mesma! Apesar de ter alguns pontos para troca de livros no Skoob dei uma segurada pois nenhum dos livros que eu realmente quero estão disponíveis.

Compras, Trocas & Livros Emprestados

Me indicaram uma entrevista do autor desse livro que fala muito bem sobre o Espiritismo e vim a descobrir que ele é o presidente da Editora Abril. Pedi o livro por meio de pontos do Dotz (não vale como compra!). Ainda estou lendo e estou gostando muito!
Novidades: Janeiro 2015

O que chegou de parceria

A Editora Arqueiro me mandou dois livros, alguns marcadores e encartes que me deixaram morrendo de vontade de comprar outros lançamentos de janeiro #nãoperdeofoco.

Novidades: Janeiro 2015

Novidades: Janeiro 2015

Novidades: Janeiro 2015

Novidades: Janeiro 2015

You Might Also Like

Resenha: Para Onde Ela Foi

By January 25, 2015 livros

Resenha: Para Onde Ela Foi

Livro: Para Onde Ela Foi
Autor: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Rating:
Skoob
Goodreads


Sinopse
Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado.
Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.


Capa & Diagramação

Apesar de ser diferente da capa do primeiro livro e não corresponder com a Mia que é mostrada no filme acho essa capa linda! A Mia da minha cabeça é uma mistura da menina da foto e a Mia do cinema.

Acho a capa bem balanceada com a foto, a fonte e as informações extras. A diagramação do miolo segue o mesmo padrão do primeiro que não me agrada muito mas não me incomoda.

Resenha: Para Onde Ela Foi

Personagens, Enredo & Impressões gerais

Embora eu tenha gostado de Se Eu Ficar, não foi o livro extraórdinário para mim. Acho que eu tinha expectativas diferentes e acabei não me sentindo tão cativada pela personagem principal. O fluxo de leitura também não foi prazeroso.Foi bom mas não se destacou para mim.

Durante a leitura de Para Onde Ela Foi minha percepção foi totalmente diferente! O fluxo de leitura foi intrigante e fluído desde o início e, a cada página eu me sentia mais e mais cativada pelo personagem de Adam. A decisão da autora de usá-lo como ponto principal neste segundo livro foi inteligente pois a história tomou um ritmo diferente e pôde abordar inúmeros fatores que, caso fossem narrados pelo ponto de vista de Mia, seriam só mais do mesmo.

“Fiz a coisa certa. Sei disso agora. Sempre soube, mas parece tão difícil enxergar atrás da minha raiva. E tudo bem se ela tiver raiva. Tudo bem, até, se ela me odeia. E foi egoísta o que eu pedi que ela fizesse, mesmo que terminasse sendo a coisa menos egoísta que eu já fiz.”

A construção e o crescimento de Adam foram intercalados de forma muito equilibrada com os flashbacks e com a inserção de Mia na história. A descrição de Adam com todas as suas nóias e defeitos o tornou extremamente real sem ser um personagem chato já que tudo que ele estava passando justificava suas dificuldades.

Resenha: Para Onde Ela Foi

O livro se inicia alguns anos após o acidente e o fato de o leitor ir descobrindo aos poucos o que aconteceu na vida dos dois, como e porque haviam chegado àquela situação foi o maior fator que me fez ler esse livro super rápido. Claro que, combinado com todas as qualidades que eu já citei anteriormente.

Outra coisa que enriqueceu muito a experiência da leitura foram os trechos de letras das músicas de Adam. Quem ficou encarregado de fazer a tradução dessas letras fez um ótimo trabalho! Na maioria das vezes eu achei a letra traduzida mais interessante e melódica que a letra original!

Eu não tenho defeitos para colocar no livro. Foi melhor que eu esperava, foi inteligente, não foi previsível e me cativou!

Resenha: Para Onde Ela Foi

Você vai gostar se: gosta de romances, música, Nova Iorque.
Não leia se não gosta de: romances com astros do rock, leituras curtas.
Ideias centrais: romance, música clássica, rock, celebridade.

You Might Also Like